Historia

Tudo começa com o pai de IMI (Samuel Lichtenfeld), estando também ele sempre ligado ao desporto (wrestling, levantamento de pesos), era um homem do circo, desempenhando a função de “Homem mais Forte”, e em que consistia lutar com qualquer pessoa que o desafiasse, para assim ganhar um prémio em dinheiro. Contactou com muitas pessoas ao longo dos anos em que esteve no circo, e foi adquirindo conhecimentos a vários níveis. Anos mais tarde incorporou uma unidade de detectives em Bratislava, capital da actual Eslováquia (ex – Checoslováquia). Foi ele que criou as primeiras técnicas e tácticas de combate e que mais tarde foram desenvolvidas por IMI das quais resultaram no actual Krav Maga. Nascido em 1910, Imi Lichtenfeld foi criado e educado na Bratislava, na antiga Checoslováquia.Para além dos treinos com o seu pai, IMI sempre teve uma juventude ligada a vários desportos, como o boxe, ginástica, luta greco-romana, luta livre e que lhe valeram alguns títulos de campeão nacional e internacional (aos 18 anos campeão de boxe; aos 19 anos campeão de boxe, luta livre e ginástica).  Durante os anos 30, Imi viu-se obrigado a usar os seus conhecimentos de luta, nas ruas de Bratislava, para se proteger a si e aos outros judeus, perseguidos pelos grupos de jovens anti-semitas. Estes repetidos conflitos serviram-lhe para avaliar as diferenças entre as lutas de rua e os desportos de combate, cuja experiência também havia adquirido. Foi nesta altura que começou a desenvolver os primeiros princípios do Krav Maga. Depois de alguns anos a fugir das perseguições xenófobas, Imi chegou a Israel. Alistou-se na “Haganah”, uma organização paramilitar judaica, ao serviço da qual lutou pela independência de Israel, na guerra com a Palestina. Durante o seu serviço nesta organização, Imi revelou um grande talento como lutador e instrutor, aproveitando para ensinar aos seus companheiros, técnicas básicas de combate e de defesa-pessoal.Após a formação do Estado de Israel, o governo encarregou Imi de desenvolver um sistema efectivo de combate e de defesa-pessoal. Imi passou a ser o Instrutor Chefe na Escola Militar em Educação Física e Krav Maga. Nos anos em que serviu no Exercito Israelita, Imi desenvolveu e aperfeiçoou o seu sistema de defesa-pessoal e combate corpo-a-corpo.Após a sua retirada do serviço militar dedicou-se a adaptar o Krav Maga à vida civil, para poder dar resposta às necessidades dos homens, mulheres e crianças que lidavam diariamente com situações de violência.Cronologia

  • 26 de Maio de 1910 – IMI nasce em Budapeste (Hungria)
  • 1936 – Inicio dos movimentos anti-semitas na Alemanha. IMI, já em Bratislava (onde foi criado), ensina um pequeno grupo (10 a 15 pessoas) a lutar para servirem de milícia e assim protegerem o gueto judeu onde moravam
  • 1941 – Decide ir para Israel. A viagem foi feita num barco a vapor de nome “Pentcho” com capacidade para 150 pessoas, na viagem seguiram 400 pessoas com destino a Haifa. Dado o excesso de viajantes muita gente foi caindo ao mar, IMI saltou 2 vezes para salvar pessoas e várias outras para salvar sacos com alimentos. Ao largo das Ilhas Gregas as caldeiras do barco explodiram o que fez com que tentasse juntamente com um pequeno grupo, num pequeno bote, chegar a Creta para pedir ajuda. Perderam-se, e a viajem que deveria ser de um dia tornou-se numa semana até serem recolhidos por um navio da marinha britânica que os levou para Alexandria. Devido aos sucessivos saltos para a água, IMI teve uma grande infecção num ouvido que quase o levou à morte, pois não teve qualquer tipo de cuidados médicos durante a viagem. Já em Alexandria foi operado de urgência, durante a operação danificaram-lhe um nervo facial que lhe paralisou um lado da cara (direito) e que é possível ver nas fotos.
  • 1944 a 1948 – Tempo que esteve alistado na Haganah, uma organização paramilitar que lutava contra a Palestina, pela independência de Israel. Desempenhou a função de instrutor de natação, preparador físico, luta de faca, instrutor de combate.
  • 1948 – Israel foi reconhecida como Estado de direito e IMI tornou-se Instrutor Chefe do Exército. Teve ao seu cargo 2 grupos, um de soldados israelitas com os quais comunicava em hebraico, e outro de judeus provenientes de várias partes do mundo. Como IMI não sabia falar todas as línguas, comunicava com eles mostrando as técnicas. Criando assim um dos princípios do Krav Maga.
  • Década de 1960 – O Krav Maga desenvolveu-se para um sistema de combate. Até aqui era apenas um conjunto de técnicas, em que IMI arranjava uma solução para um problema concreto e aperfeiçoando a partir daí, tal como nas artes marciais. Utilizando sempre os movimentos naturais do corpo humano.
  • 1964 a 1974 – Em 1964, IMI sai do exército de Israel e dedica-se ao ensino de Krav Maga. Abriu 2 escolas para civis (utilizando técnicas militares). A 1ª escola foi em Nathanya, onde curiosamente, não tendo alunos, veio para a rua “recrutar” jovens pobres que iam treinar e em contrapartida IMI dava-lhes alimentos ou dinheiro. A 2ª escola foi em Telavive
  • 1974 a 1989 – Dedicou-se apenas ao treino com Instrutores
  • 1978 – Fundou a 1ª Associação de Krav Maga (IKMA)
  • 1981 – 1º Seminário efectuado fora de Israel, nos Estados Unidos. Um judeu rico patrocinou a viagem para que pudessem ensinar a comunidade judaica local. No final trouxeram um grupo para um curso intensivo (1 mês seguido) do qual fazia parte Darren Levine.
  • 1992 – Foi editado o 1º livro de Krav Maga
  • 1993 – 1º Curso de Instrutores fora de Israel
  • 1995/1996 – Foi fundada a IKMF, pelo Mestre Eyal juntamente com Gabi, Avi e Eli
  • 9 de Janeiro de 1998 – Morte de IMI
  • 2001 – Foi editado o 2º livro de Krav Maga – “Armas de Assalto”
  • 2008 – Fundação da IKMP- Associação Desportiva
  • 2010 – Criação da marca Krav Maga – Associação Desportiva (KMAD)
  • 2010 – Mestre Eyal fundou a KMG- Krav Maga Global
  • 2012 – o IKMP  na pessoal do Prof. Alcides Silva passa a ser o representante KMG em Portugal ficando com a designação de Krav Maga Global Portugal (KMG-PT)
 

 

Comments are closed.